terça-feira, 16 de maio de 2017

SOBRE TENDÊNCIAS NADA PRÁTICAS

Vocês já estão carecas de saber que aqui no Sobre Moda e outras coisas, que o nosso guarda-roupa tem que combinar com a vida que a gente leva.

Se não funciona com o nosso estilo de vida e com nossa personalidade, NÃO FUNCIONA.

Claro, que não podemos deixar de lado o brilhinho do olho na hora da compra.

Mas vamos fazer um combinado aqui, e deixar o outro olho focado na função, no não-acúmulo & na praticidade.

Tem detalhes que servem só para revistas de moda e desfiles, mas a brincadeira é transformar pra cá o que fica bom lá, e saber identificar também o que não vai dar muito certo aqui.

A gente sabe que existe moda conceito, liberdade de expressão e criatividade. Mas, certas coisas são quase impossíveis de se usar na vida real *sem se estressar*.

Vou falar um pouco das minhas top 3 "ranço" hoje.

1. MAIÔ COM RECORTES PRO SOL

Antes que me julguem, já vou explicar. Calma! Calma!

Vamos ao tópico: eu disse maiô, não disse body.

Estou falando dos maiôs pra usar como as clássicas roupas de banho. Na verdade, vamos falar especificamente dos maiôs polêmicos: com recortes e tiras perdidas.

Pra foto fica lindo, mas, bastidores a parte, não é nada prático minha gente. Se você ainda não tinha entendido o motivo, explico: eles rendem bronzeados com marcas pra lá de estranhas.

Eles são da série: modismos que atrapalham. Acho vibes de usar quando não precisamos ficar fugindo dos raios solares.

2. CAMURÇA OU VELUDO NO PÉ



Nos fashion weeks da vida, nas revistas e no Instagram encontramos como: "A aposta da estação".

Seja como veludo molhado, cotelê, devorê, cristal ou alemão, o material parece finalmente ter se fixado na moda. Muitas marcas se apropriaram do veludo, não apenas como tecido principal, mas também como base para outros adornos, bordados e detalhes.

Gosto? Gosto. Tenho usado? Tenho. Mas nos pés, é barra gente.

Já tive o desprazer de comprar sapatos de veludos, e sejamos honestos, sujou, não limpou, estragou e não durou. Não tenho mais e não compro mais. Eles são lindos, mas só se você desfilar apenas em casa, ou tiver money pra investir em algo que não tem um custo-benefício tão bom.

3. JEANS SEM BOLSO, LITERALMENTE


Novo hit que nem chegou direito e eu não curti muito pra vida real não.

Dei uma pesquisada, e esses bolsinhos ausentes estão sendo chamados de, Peek-a-Boo, termo inglês pra explicar o nome desse novo modo de deixar bolsos menos úteis. O "apelido" à essa nova modinha no Pinterest, faz relação com àquela brincadeira de esconder e mostrar o rosto, que é feita com os bebês.

Você não viu errado, é isso mesmo, os bolsos frontais são totalmente cortados! Pra um shooting, concordo que dá uma pegada bacana, mas pra vida, fica menos prático né?

Vi uma alterativa bacana de usá-los com bodys, ficou menos trabalhoso. Se você arriscar juntar o item 1 com o 2, aconselho surra de protetor solar hahaha.

Sei que a moda vai e vem, e que nessas idas e vindas a gente até acaba se convencendo a comprar o que não vai dar muito certo. Me conta, quais hits da moda vocês não amam e também não acham nada práticos?

segunda-feira, 15 de maio de 2017

SOBRE PÁGINAS QUE ME CATIVARAM: BRUNA ZANELLA

Letrismos, caligrafias, escritas, tipografias & hand lettering. Se você compartilha frases nas redes sociais, com certeza já se deparou com alguma dessas técnicas.

Muito além de fontes, o hand lettering tem muita arte e muito artista envolvido. No páginas que me cativaram desse mês, vamos falar de Bruna Zanella.

A arquiteta brasiliense de 27 anos, que fez da paixão por arte e design, uma profissão. 

Em 2012, se mudou para a Espanha para estudar design no IED Madrid e se apaixonou pela vida por lá, por isso nunca voltou. E trabalhando como designer gráfica, descobriu que o mundo das letras, que sempre a fascinou, também poderia oferecer infinitas possibilidades. 

"A caligrafia e o lettering nos permitem, muito além da semântica das palavras, contar histórias com letras. Percebi que era uma ótima ferramenta de comunicação no design e comecei a me especializar." disse Bruna.

Tudo é motivo para se inspirar, ela diz que sua inspiração vem da arte, da moda, do design, da arquitetura, da música, do cinema, da poesia, do dia-a-dia:

"Nós recebemos constantemente diferentes estímulos e a nossa percepção do mundo influenciam constantemente nosso trabalho. Gosto muito de poesia e admiro muito as obras de E. E. Cummings, leio e releio constantemente. De música, o rock, indie e rock alternativo me motivam e ir a festivais sempre está na minha agenda. Acompanho a moda diariamente e também os designers e artistas que admiro."

Ela me explicou um pouco da diferença dessas vertentes: "A tipografia seria um conjunto de letras e caracteres com características formais definidas que formam um alfabeto; a caligrafia é a técnica de escrever à mão com uma ferramenta caligráfica como pincel, pena, marcador. etc; lettering seria o desenho de letras e palavras, com um caráter mais ilustrativo."

Cada dia mais, o handlettering me cativa. Escrever sempre foi minha praia, e sempre será, seja por aqui ou no papel e ver como Bruna trabalha, a escolha do papel, do pincel, das mensagens é admirável, tudo tem a autenticidade do trabalho "feito à mão", que carrega história, essência e a sensação do único, especial e personalizado.

"Fico muito feliz de poder compartilhar minhas técnicas e ideias. Mesmo trabalhando com caligrafia e lettering há alguns anos sigo me formando constantemente, porque a troca sempre enriquece muito o nosso trabalho."

Hoje, Bruna é referência na área, sempre está ativa em suas redes sociais, tem um blog cheio de informação e visual à altura e após o sucesso da primeira edição, em Junho desembarcará novamente à Capital, com o workshop de caligrafia e lettering! Dessa vez com módulos I e II, para nível iniciante e intermediário. Dica de um espaço transbordando arte, aprendizado e amor, com essa brasiliense que nos enche de orgulho.

Ela fez uma arte aqui pro Sobre Moda, que nunca negou que ama autenticidade, gente que faz e brasilienses. "We love handmade."
http://www.brunazanella.com/blog/
info@brunazanella.com
+34 671 459 169 
Twitter: @zanellabruna
Instagram: @brunazanella

sexta-feira, 12 de maio de 2017

SOBRE SE VESTIR PARA VIVER O DIA: BORA LARGAR O WHATSAPP UM MINUTO


Seria incrível se quando acordássemos, nosso look estivesse prontinho esperando por nós, não seria? Porém a vida real é mais real! Já ouvi muitos relatos de quem sai pegando tudo o que vê pela frente no escuro, se veste, toma café correndo e sai de casa... e quando se olha, percebe que as peças não casaram muito bem. Quem nunca?  

A hora de se vestir, é preciosa! As vezes o dia vai ser "especial" e a gente pensa no look antes, dias antes, as vezes a gente só pensa em acordar e correr pra enfrentar o dia, as vezes nem no conforto a gente pensa; quando olha pro pé, não tem dúvidas que o sapato vai incomodar o dia todo... Mas aí não dá mais tempo de trocar! As vezes você nem reparou que isso fazia tanta diferença... Mas faz! Esses pequenos detalhes e essas enormes distrações na hora de trocar de roupa influenciam (e muito) no nosso rendimento, no nosso humor e em como vamos passar as horas cotidianas.


Se vestir para viver o dia consiste em se desconectar mentalmente dos afazeres, do whatsapp, das tretas, do corre-corre, dos e-mails e de tudo que te tira o foco... E se conectar com você e com o que você quer sentir ou transmitir nesse dia. Não estou falando de ficar pensando em peças especiais, ou de uma mega produção, estou falando de conforto, de cor ornando com a estampa, de maquiagem adequada, e de tempo bem dividido que resulta em... Dia produtivo, chuva de segurança no estilo e mais atenção ao que é merecido de atenção durante o trabalho, a aula ou atividade que você for designar.

Mantra pra vida!
Exibindo IMG_7495.JPG

Testa uma semana e vê se não vai fazer toda a diferença... Vestir pra mim é diversão, mas pra muita gente não é, ter um guarda-roupa que condiz com o que você vive já ajuda muito, se conhecer... mais ainda! Acorda, lava o rosto, para e pensa... Liga a luz pelo menos, veste a roupa certa, pega a bolsa, a agenda, as pastas, o que for e pode ir... Assim sim você estará pronta!


Vai viver!

Fotos Rômulo Juracy

segunda-feira, 8 de maio de 2017

SOBRE O DIA DAS MÃES COM ELIÁ SPA

Todas as mães são iguais. Todas as mães nos amam do mesmo jeito. Todas as mães brigam pelo mesmo motivo. Não. Dia das mães chegando, e o que posso dizer é que a única mãe que a gente tem propriedade pra falar, é a nossa. Só a gente sabe o que ela gosta e o que ela não gosta, e por aí vai.

Mas que tal, as vezes começarmos a pensar nessas pessoas tão importantes em nossa vida, como mulheres, reais, desromantizadas, como pessoas preciosas pro mundo. Jóias. Pra isso, vim aqui hoje, falar sobre o Eliá SPA, que está com uma unidade nova em Brasília, no Complexo Brasil 21, lançou a campanha “Minha mãe é uma joia rara” em homenagem ao mês das mães.


Nesse mês, estão disponíveis três tipos de vales-presente para as mães. E não vou mentir que queria pras filhas também.

O primeiro é o Day Spa “Minha mãe é um diamante”: um ritual de escalda pés de diamante, massagem relaxante com pó de diamante, mimo descongestionante nos olhos e degustação de chás de ervas aromáticas e biscoitos caseiros. Essa maravilha leva uma hora e meia e o vale custa R$149.

Já o segundo vale, o Day Spa “Minha mãe vale ouro” engloba ritual de boas vindas com água aromatizada, escalda pés de ouro, massagem relaxante com creme de ouro, máscara facial de ouro e degustação de sucos e biscoitos. O ritual dura em torno de duas horas e custa R$199.

A terceira opção é o vale presente Day Spa “Minha mãe é uma pérola”, que dá direito a ritual de boas vindas com Escalda-pés com flores e pérolas, esfoliação corporal com pó de pérolas, banho de imersão com óleos essenciais e rosas, hidratação corporal com massagem relaxante, massagem capilar e degustação de chá gelado ou espumante com chocolate. O processo dura aproximadamente duas horas e meia e o vale-presente, de R$249, pode ser usado durante todo o mês de maio.


#FICAADICA pro descanso da mamis. E não se esqueça de dizer aquele eu te amo pra quem nos colocou nesse mundinho. Porque, no fim das contas, esse é sempre o melhor presente. Três palavrinhas que toda mãe gosta ouvir (todo dia).

“Minha mãe é uma joia rara”
Durante todo o mês de maio
Complexo Brasil 21 (99670-4743)
Pier 21 (99657-7844)
Living Park (99872- 6365) 
Terraço Shopping (99619-1613)