agosto 22, 2014

Sobre pílulas, aplicativo secret e saúde da pele.



“Dizer o que quiser e jamais ser reconhecido: tentador. Mas sofrer com uma fofoca maldosa? Ódio mortal, no mínimo. A mistura dessas sensações sustenta a polêmica em torno do Secret, aplicativo que começa a se popularizar no Brasil - chegou às lojas virtuais em português da Apple e do Google no fim de julho.” (Correio Braziliense, sobre o aplicativo secret, 07/08/14)

             Oi, meninas!
            Primeiramente, gostaria de dizer que estou mega empolgada com essa parceria que eu fiz com a Ray, afinal de contas, o blog dela é maravilhoso e eu me sinto muito honrada de poder fazer parte dele. Sempre quis um espaço só meu pra escrever sobre diversos assuntos, mas, no momento, não estou tendo muito tempo para cuidar de um blog inteiro sozinha, então, resolvi me juntar ao Sobre Moda e Outras Coisas pra poder escrever minhas asneiras (espero que sejam úteis a vocês). Prometo que darei o meu melhor, pois sei o quanto a Ray é zelosa com este espaço. Enfim, espero que gostem!

 
            Bom, o primeiro tópico vai ser bem breve, até mesmo porque ele já é algo meio manjado no mundo da internet – se você procurar no google, achará mil sites falando sobre isto: pílulas de emagrecimento. Meu objetivo não é explanar sobre os diversos tipos de remédios para emagrecer que existem no mundo, pois, para isso, como eu já disse anteriormente, existe o google. Quero dizer a vocês, leitoras queridas, que, por mais que pareçam tentadoras – essas pílulas “mágicas -, ainda sim são muito perigosas se tomadas de maneira errada ou até mesmo se tomadas em pequenas quantidades (algumas delas). Obviamente que a tecnologia está cada vez mais avançada – em todos os âmbitos, não somente na medicina – porém, ainda devemos tomar alguns cuidados com relação às substâncias que ingerimos, afinal de contas, nosso corpo é o bem mais precioso que temos. Eu não estou aqui para julgar ninguém (quem sou eu para tal?), mas, com toda a minha ousadia – que me perdoem as que não concordarem – vou dizer algo a vocês: tomem vergonha na cara e vão emagrecer do jeito saudável e natural! Se, após tentarem o método tradicional, não obtiverem resultados visíveis, aí sim vocês tentem pelo método “mais fácil” - embora eu não o considere um método fácil, pois, como todo medicamento, essas pílulas podem ocasionar efeitos colaterais irreversíveis. O grande problema da maioria das meninas que vêm falar comigo é a falta de disciplina. Não estou fazendo apologia às neuróticas da academia (sim, aquelas que nunca saem da dieta e surtam caso não consigam comer no horário certo), mas, quer queiramos ou não, ainda sim é necessário um esforço para conseguir perder os quilinhos indesejados. Não inventarm fórmula mágica para o emagrecimento e, muito provavelmente, não inventarão. Se você é daquelas que entram numa dieta na segunda feira e, na quarta feira, já está desistindo – furando o regime -, pode ter certeza que você não alcançará seus objetivos. Até aí parece muito óbvio, né? O problema é que a maioria das meninas que vêm conversar comigo, embora assumam que furam a dieta – quase sempre – e que não têm disciplina para manter um plano alimentar saudável, não reconhecem que o erro está justamente em suas condutas. Para elas, na maioria das vezes, a desculpa é sempre a mesma: Poxa, eu já tentei todas as dietas e não consegui perder peso! Meu metabolismo é lento/tenho problemas hormonais. Não! Muito provavelmente você não tem problemas hormonais e nem o metabolismo lento! Você também não tem a genética ruim! Parem de arranjar desculpas para tudo! Eu sei que isso parece esporro de nutricionista/endocrinologista, mas é a verdade. Siga direitinho a dieta (sem neurose, obviamente) e você verá a diferença! Acredite quem quiser – ou melhor: mude quem quiser. Se quiser continuar achando que o erro está no seu corpo e não na sua mente, o problema é seu. Vai lá e continua sua dieta maluca da sopa/da melancia, tomando suas pílulas milagrosas, e veja no que isso resultará a longo prazo...

 
            Ufff... mudemos de tópico: aplicativo secret - a mais nova onda dos smart phones, há quem ame e há quem odeie. Eu, particularmente, pelo menos por enquanto, apenas gostei. Para quem não está familiarizado ainda, vou explicar resumidamente do que se trata: é um aplicativo no qual qualquer um pode escrever o que quiser em anônimo. Obviamente, isso pode gerar muita polêmica, uma vez que, ao esconderem suas identidades, muitas pessoas acabam “soltando suas feras” e descendo o cacete – com o perdão da expressão – em muita gente.
            O aplicativo permite que você visualize os secrets mais populares – que, na maioria das vezes, são dos Estados Unidos – e também os secrets que são dos seus amigos ou de pessoas com a localização perto da sua. Eu gostei, porque tem muito segredo legalzinho, que não afeta ninguém negativamente, como, por exemplo, “Pessoa que não sabe a diferença entre 'mas' e 'mais' </3” ou “Quero sair de casa, mas o celular só carregou 29%”. Esses secrets, dentre outros, são simplesmente frases nas quais muita gente se identifica, mas que não afetam nem ferem os sentimentos de ninguém. Eu mesma naveguei por um tempo nesse aplicativo e achei várias frases engraçadas, nas quais eu me identifiquei bastante, mas sei que nada foi escrito diretamente para mim: foram apenas pensamentos de alguém, que quis externar isso no aplicativo, com o intuito de fazer várias pessoas se identificarem com isso.
            Creio que, para as pessoas que se sentirem ofendidas com o aplicativo, o melhor é excluir e não ligar mais para isso. Afinal de contas, isso é apenas mais uma modinha que, com certeza, em breve, acabará. E se você, assim como eu, gosta de ler os secrets só para se divertir – sem malícia – e não vê nada de errado nisso, continue com o aplicativo, mas, por favor, não compactue com polêmicas. Já fui vítima de boatos falsos diversas vezes durante o ensino médio – que é a fase na qual geralmente mais ocorrem essas intriguinhas e fofocas idiotas – e sei o quanto dói. O aplicativo tem o intuito de te divertir, não de te reprimir/deprimir.
            Selecionei alguns secrets bem legaizinhos e engraçados que vi por agora e, obviamente, vou compartilhá-los com vocês, afinal de contas, segredo, segredo MESMO, você não coloca num aplicativo desses, né? Se soltou no aplicativo, tá sujeito ao esparro. Então vamos esparrar um pouco (sem maldade, claro):
-        Fiz o boy no the sims, casei, tive filhos. Boy terminou comigo na vida real, matei afogado no the sims.
-        Coloco 7 alarmes mas continuo deitado.
-        Cês sofrendo com a vida, eu sofrendo com a fome.
-        Só esperando tretas daqui.
-        Quem não tá grávida curte.
-    Criam secret, criam whats, criam tinder, mas não criam um aplicativo pra você encontrar aquela pessoa que viu no trem/metrô e se apaixonou.
-        Não entendo porque mulher fácil é associada a galinha. Já tentou pegar uma galinha? É difícil pra caralho!
-       Quando a pessoa tá deitada no seu ombro e tá super desconfortável, mas você gosta tanto dela que prefere ficar assim do que ela sair de lá.
-        When you see me texting in public, I'm really just looking at the weather app because I want to look like I'm doing something.
-        Você sabe que tá frio lá fora quando você vai lá fora e tá frio. Sócrates.
-        Humanas rainha. Exatas nadinha. (só pra puxar o saco porque sou de humanas hahahah)
-        Um dia todas essas postagens vão sair do anonimato e eu quero ver a cara de vocês.
Enfim, existem milhares de secrets. Pra quem não tem mais nada de importante pra fazer, vale a pena conferir. Não é nada de demais, é uma moda passageira – tenho certeza disso – mas pode te distrair quando você estiver à toa. PS: não hesite em denunciar caso veja algo muito errado ou algo que te feriu profundamente. 
 
 

            E vamos ao último tópico do post de hoje – post inaugurativo (eba!): saúde da pele. Já sofri muito com acne no início da adolescência e sei o quanto dá trabalho ficar passando todos aqueles produtos e fazendo todo aquele ritual de lavar o rosto, tonificar e hidratar ao menos duas vezes no dia. Quando fiz quinze anos, minha dermatologista ficou com pena de mim (depois de me ver gastando tubos de dinheiro em antibióticos e cremes) e, finalmente, introduziu-me à milagrosa isotretinoína (mais conhecida como roacutan). Minha mãe, como muitas mães por aí, teve muito medo, pois, afinal de contas, esse remédio não é fraquinho e, se não utilizado corretamente, pode causar certos problemas no organismo do usuário. Mas, com todo o devido acompanhamento médico, eu realizei meu tratamento e, até hoje, graças a Deus, estou livre (não totalmente livre) das famigeradas espinhas.
            Mas, a questão é: até que ponto vale a pena investir em um remédio forte e caro? Muitas meninas vêm me procurar, pedindo orientações de como convencer a dermatologista a dar a receita para o roacutan. No entanto, a maioria delas não possui nem mesmo um cravo sequer! Isso é um absurdo! Gente, pelo amor de Deus, não é porque você tem uma espinhazinha no rosto que vai querer tomar roacutan, ok? Se sua dermatologista não quer te dar a receita, muito provavelmente é porque você não precisa! Sem drama! A isotretinoína é indicada para os pacientes com acne mais severa ou, como no meu caso, com uma acne que, embora não tão severa – nem tão branda – ainda assim persistia em fazer morada no meu rosto – e nas minhas costas.
            Então, se você não tem muita acne, antes de surtar, por favor, mude algumas de suas atitudes. Já ouviu dizer que pele/cabelo/unha bonita vem de dentro? Pois é! Não adianta nada comprar todos os cremes do mundo, lavar o rosto com o sabonete de 300 mil dólares e comer só batata frita. Infelizmente, ainda não inventaram a pílula mágica que nos permite comer besteiras sem engordar e/ou ficar com o rosto todo oleoso e cheio de espinhas e cravos. Portanto, aí vai a minha maior dica (após ANOS de experiência, eu garanto a vocês que esta é a única maneira de melhorar não somente a pele, como cabelo, unhas e corpo): alimente-se saudavelmente!
            Não sou nenhuma nutricionista nem médica, mas sei que, se ingerirmos alimentos menos gordurosos (frituras) e moderarmos na ingestão dos carboidratos, evitando doces e aumentando o consumo de fibras, todo o nosso organismo vai melhorar. Já fiz o teste diversas vezes e o resultado foi sempre o mesmo: bastava eu piorar a minha alimentação, que minha pele começava a pipocar. Até mesmo agora, depois do tratamento com o roacutan, quando eu abuso dos doces e frituras, minha pele começa a produzir muito óleo e começam a nascer muitos cravos – principalmente no nariz e no queixo – e até mesmo algumas espinhas (sim, eu não me livrei por completo das espinhas, como já disse anteriormente).
            Então, resolvi selecionar alguns alimentos que ajudam a limpar o organismo (estilo detox) para que, quando não houver mesmo jeito de evitar as gorduras e doces, pelo menos vocês tenham uma maneira natural de se desintoxicarem e melhorarem a pele de vocês:
-        Abacaxi: diurético e anti inflamatório (lembrando que espinhas nada mais são do que inflamações).
-        Maçã: minha mãe sempre me diz “An apple a day, keeps the doctor away”.
-        Melancia: diurética.
-        Gengibre: desintoxicante.
-        Laranja: se consumida com o bagaço, ajuda no funcionamento intestinal (vamos evacuar para mandar embora as frituras!)
-        Espinafre: riquíssimo em fibras dietéticas, que baixam o nível de açúcar no sangue.
-        Chá verde e café (sem açúcar): aceleram o metabolismo.
-        Limão: purifica o sangue.
            Enfim, não vou ficar pagando de nutricionista, afinal de contas, o que vocês mais vão achar pela internet são receitas de sucos detox e mais um monte de informações sobre os alimentos. Eu selecionei esses, pois são os que eu já sei “de cabeça” e os que eu mais consumo no dia a dia (tirando a melancia). Além disso, a dica mais preciosa para todos os problemas de saúde da vida: beba muita água! Água é essencial pra tudo e, sem ela, não vivemos.
            Bom, meninas, espero que tenham gostado da postagem e me perdoem se eu fui muito direta/ousada em alguns momentos. Já que estou num espaço tecnicamente livre, experimentei me soltar um pouquinho mais e dizer algumas verdades nas quais não tenho coragem de dizer pessoalmente às pessoas. Qualquer dúvida, podem me escrever pelos comentários ou me mandar um email (nribeiro95@hotmail.com). Caso queiram me seguir nas redes sociais: Instagram – nataliaribeiro, twitter: natiribeiro95 e facebook (não uso muito): Natália Ribeiro (tem umas mil!). Beijos e até semana que vem!

Nati Ribeiro