segunda-feira, 6 de julho de 2015

Sobre estar elegante sem salto


                Para quem não dispensa o conforto, ou quem não tem o costume de se manter sobre alguns centímetros, as sapatilhas se tornaram “peças de guerra” em nossas produções diárias. Contudo, de forma inata, muitos a julgam como peça para o dia, fato que não é de total razão, visto que essas podem trazer elegância e sofisticação no nosso #lookdanoite, já que nem sempre estamos dispostas a encarar o equilíbrio (ou desequilíbrio de algumas) no salto.



                 Após uma googlada básica, descobri que essas beldades foram inspiradas nos calçados das bailarinas, por isso são sinônimo de delicadeza, e peças preferidas das adeptas ao estilo romântico. A cada temporada, elas ganham mais cores, estampas e modelos, e me conquistam cada vez mais. 



              Acredito na ideia de que a elegância primordialmente seja peça chave na composição de qualquer look, eu sempre a prezo em minhas composições, a sofisticação, agrega conhecimento sobre o que se veste, é como se você soubesse o porque de cada escolha, o porque de cada peça estar ali.  


              A nossa brincadeira de hoje é escolher um sapatinho baixo e torná-lo acessório para à noite. Um sapato bacana, é aquele que te deixa aparecer, que te caracteriza e que não afeta o seu caminhar -fica a dica para as que insistem em usar sapatos que machuquem, e no fim do dia estão descalças, onde foi parar o glamour minha gente?- Então let's go resgatar 1 sapatilha preta. Minha escolhida foi uma power flat, com frente fina e adornada de tiras estratégicas da Santa Lolla.
 

              O grande truque é adicionar peças de caráter forte ao look, como bolsas com cores chamativas, jaquetas de couro, que pesam na composição e tiram a carinha de simples que muitas vezes a sapatilha traz consigo. Invista na make, no batom, e pra deixar os pés com cara de noite, uma sapatilha com detalhes ganha um super quórum! 

Produção: Endorfina Fashion
Fotografia: Carol Pinheiro
Stylist: Renata Andrade