terça-feira, 6 de dezembro de 2016

SOBRE CORES NAS PRODUÇÕES E NA VIDA


               Dia nublado, gente que não dá bom dia, "dr" com o crush, é queridos, não é fácil, e nem sempre as circunstâncias "acordam" ao nosso favor, contudo, recuso-me a acreditar que esses pequenos fatores justifiquem mau-humor, cara feia e reclamações.

                  Não, eu não sou uma pessoa que exala alegria 24h por dia, nem pensem isso, mas sou do time que tenta enxergar sempre o que há de bom nos acontecimentos, sim, há cor em tudo o que vejo, e quem me conhece, sabe (e muito), como sou pra cima, positiva, as vezes até acho que minha felicidade acaba incomodando um pouco. Eu, não ligo, nem um pouco, sou daquelas que quando gosto, gosto, e se você deu a sorte de me cativar, que aguente! São mil mensagens no whatsapp, mil fotos enviadas, sim, presente pra mim é a presença, amor não é físico, mas precisa ser regado! Leve isso pra vida, ela precisa ser regada... Seja flor.


               As roupas dizem muito sobre nosso humor, sempre brinco com legendas referentes a isso, a questão não é só o #LOOKDODIA, é muito mais sobre o #HUMORDODIA, o jeito e a forma como você leva a vida, refletem as peças que você escolhe para vestir, não precisa ser all collors, coloque um foco de cor... Unha colorida, um brincão azul, sapatinhos vermelhos, uma bolsa coral! Cores exalam a sensação de alegria, cores CONTAGIAM!


               Vivemos cada dia uma vez, porque optar por deixá-los preto e branco? Não podemos voltar no tempo, em suma, esse é um assunto tabu, em qualquer contexto, existem regras que não devem ser quebradas, paradigmas a serem evitados e infinitas possibilidades de destinos a serem considerados.


               São vidas de pessoas, felicidades, e não o destino do universo, assisti um filme esses dias que conta um pouco sobre isso, Questão de tempo, roteiro de Richard Curtis, história de um rapaz, descendente de uma família de viajantes no tempo, ele descobre as maravilhas de se refazer um momento, por mais breve que seja; mas também que a dependência de se refazer o passado pode ser problemática. O filme tem um pouco da mensagem que quero passar com nosso papo de hoje, viver cada minuto como se fosse único, não é necessário refazer NADA, bora viver e ter saudade do que foi vivido, e não arrependimento ou reclamação!  

 


Créditos:
Cropped Branco - Forever 21
Saia listras - Zara
Tênis - Arezzo
Óculos - Chilli Beans
Carteira Coral - Fidélica Demartini