quarta-feira, 3 de agosto de 2016

SOBRE UM ALGUÉM ESTAR VAGANDO POR AÍ...


          Fecho os olhos e choro. Descontroladamente. Não sei o que está acontecendo comigo. Ultimamente, tenho estado bem mais emotiva que o normal. Procuro pessoas interessantes, e as acho, de fato. Mas não sei mais o que esperar de ninguém. Cada ser humano, para mim, representa uma ameaça. Uma ameaça de mentiras, de traição, de tristeza. Não consigo mais confiar em ninguém. Sigo procurando por alguém que vá superar minhas expectativas em todos os quesitos, mas que expectativas eu tenho mesmo? Já nem sei mais quem eu sou. Tento ser correta, mas o lado errado vive me puxando. Quero ser quieta, mas meu espírito libertador me chama para desbravar o mundo. As oportunidades surgem como um aroma de comida fresca na hora da fome: essenciais, nutritivas e prazerosas. Como confiar nessas oportunidades, porém? São oportunidades reais ou apenas armadilhas do destino? Cada um oferece o que pode dar, mas eu quero pegar tudo. Quero ir à caça e experimentar cada sabor que eu ainda não conheço. O mundo é gigante e, para conhecê-lo por inteiro, é necessário ter tempo. Meu coração, no entanto, não entende isso. Quer tudo para já. Antes, eu imaginava que, para achar alguém confiável, era necessário rejeitar todas as outras propostas e focar apenas nessa pessoa. Investir nela, ensiná-la, olhar suas qualidades com muito afinco. No auge do meu desespero, porém, tudo se confundiu. Já não sei mais se devo me resignar ou se devo, de fato, desbravar o mundo e atirar para todos os lados. E se eu investir somente em alguém e esse alguém me decepcionar? Estou tão neurótica que, logo quando conheço a pessoa, já quero saber tudo sobre sua vida - só para fazer meus cálculos e previsões malucas. Se ela não for uma boa escolha a longo prazo, eu já desencanto. Sim, eu me encanto e desencanto muito facilmente. Sou mesmo fogo de palha. Quem será, então, que vai continuar alimentando essa minha chama, para que ela viva forte aqui dentro do meu peito? Quero alguém que me mostre que vale a pena não desistir logo no início. Quero alguém que me demonstre confiança, lealdade, respeito. Alguém que me dê estabilidade em todos os quesitos necessários. Alguém que se pareça comigo, mas que tenha sempre algo de diferente a me ensinar. Alguém encantadoramente inteligente, que me motive a crescer cada dia mais. Alguém que seja um amigo, um pai, um amante. Talvez esse alguém não tenha que chegar agora. Talvez eu esteja precipitando demais as coisas. Talvez esse alguém já tenha chegado, mas está amadurecendo para que, no futuro, tudo dê certo de verdade