segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

SOBRE IMAGEM: PENSAR NOS DETALHES E TEORIA DA BELEZA DARWINIANA


Em capslock, o papo de hoje é sobre IMAGEM e sobre o quão ferramenta fundamental ela é para a vida.

Passando pelo instagram, vi uma frase que dizia: 

"Para confiar no destino você precisa fazer a sua parte." 

E parei para pensar o quão versátil e de utilidade pública ela é.

Sem dúvidas, precisamos fazer a nossa parte, sem dúvidas, somos seres capazes de mudar o nosso ambiente. Isso mesmo, precisamos de iniciativa para realizar o que temos de realizar. É preciso ousadia para fazer as coisas acontecerem. Que tal começar olhando para si? O que você está vestindo? Quem você tem sido no mundo?

Como você se enxerga? Como está a sua imagem? Como te vêem? Você é como dizem suas redes sociais? Não estou dizendo que temos que julgar um livro pela capa, quem faz isso acaba perdendo várias histórias, estou falando que investir em transpor o que você é na sua imagem é válido, eliminar propaganda negativa é sempre bem-vindo.

Você está na sua melhor versão? Precisa de uma mega produção para comparecer a uma entrevista de emprego? Ou mantém seu estilo, confia e vai? Tudo isso é relativo, vai sim de personalidade para personalidade, mas não podemos ser hipócritas e falar que a imagem não conta. 

A imagem conta muito na primeira impressão que formamos. No dicionário diz que a imagem é parte de uma série de características que compõe quem a gente é e por isso, cada vez mais é levada em consideração no mercado de trabalho. Não pensem que estou me referindo à escritórios mega formais, porque nem dessas vibes eu conheço muito... Hoje em dia o escritório é o lugar que quiser, e os novos empresários querem cada vez mais pessoas criativas e que sabem o que querem; não irresponsáveis.

Na entrevista profissional são avaliadas suas maneiras, postura, cortesia e, de fato, aparência. Profissionais que se conhecem e sabem ser quem são, conquistam, e se não conquistarem, é porque aquele não era o local pra você ser feliz feliz recebendo salário.

O cérebro humano parece ter sido projetado para buscar a perfeição em tudo que o cerca, além de almejar ter a mais completa beleza. Somos impressionados pela beleza do outro, e de acordo com o bom velhinho Darwin, esses desejos não são inatos (não nascemos com eles), e sim esses desejos são descentes de uma bagagem evolutiva.  

A teoria darwiniana da beleza vem com a premissa de que esse comportamento é uma consequência natural da evolução da espécie humana, não é que a sociedade julga o que somos porque quer, mas sim porque hereditariamente fomos formados assim, ditando relações em todos os aspectos; encontramos beleza nas coisas bem feitas, ela é historicamente, o motor da diferenciação humana e participa da constituição plena da espécie. Cada cultura tem a tendência de admirar tipos particulares, mas a apreciação da beleza é universal e um resultado adaptativo, é uma das formas que a evolução suscita e mantem o interesse social, de forma a encorajar-nos a tomar decisões adaptativas para a sobrevivência.

Que tal parar um pouquinho e pensar nos detalhes... Ninguém precisa ver tudo o que você faz, tudo o que você bebe, tudo o que compra... Mostra o seu melhor, mostra detalhes, e não o geral... Mostra o quanto seu sorriso está de ponta a ponta hoje, posta aquela foto embaçada mesmo, porque o dia estava tão bom que você nem pensou em se preparar pra registrar.

Seja bonito sendo você, com suas referências de vida e seu blábláblá único.
Pensar na sua imagem não é egoísmo e metidez, é consciência de si.



Blusa Shoulder
Calça Biruta
Jaqueta Expochê
Scarpin Arezzo
Bolsa Zara
Cinto Luiggi Bertoli
Brincos Cool Biju
Colares Ali Express